Pintura Rupestre

Há muito tempo, os homens moravam em cavernas. Naquela época, criaram sua primeira forma de arte: a pintura rupestre, feita nas paredes das cavernas escuras (“rupestre” quer dizer “gravado ou traçado na rocha, na pedra”). Essas pinturas se encontravam tão escondidas no fundo da caverna, que levaram
milhares de anos para serem descobertas.


Pedras pintadas no Piauí.


Você sabia que esses homens primitivos também viveram aqui no Brasil? Há milhares e milhares de anos viveram no município de São Raimundo Nonato, no sul do Piauí.

Em 1970, a equipe da arqueóloga francesa Niède Guidon encontrou umas pedras em torno de uns restos de fogueira. Cientistas dos Estados Unidos e da França estudaram essas amostras de carvão e concluíram que tinham no mínimo 48 mil anos.

Foram encontrados também cacos de cerâmica, ossos de animais, pedras lascadas, que podiam cortar coisas, e 25 mil pinturas rupestres. Elas eram pintadas com porções naturais de terra e rocha, por vezes misturados com gordura animal para fixar a cor, tudo em tons ocre avermelhado.

As pinturas rupestres mostram figuras de homens e animais de seis a doze mil anos de idade e estão no Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí. Parecem desenho de criança transmitindo uma sensação de movimento.
Mas...que pena! Essas figuras correm o risco de desaparecer, por causa dos insetos que ali se alojam e dos turistas que arrancam pedacinhos das pedras pintadas e levam como lembranças.


Texto adaptado de Pequena Viagem pelo Mundo da Arte, de Hildegard Feist

         Texto enviado pela professora Regina Jorge

© 1999-2019 - Pequeno Artista