Oficina poesia de cordel 

 

O Esporte mudou minha vida

De tanto pelejar nessa vida,
me sorriu a sortee o esporte que pra mim era tão distante 
me chegou feito um retirante
sem bagagem, história ou mala puída.


Sem viola, rima ou mote.
Veio mesmo só pra me dar um norte
nessa minha terra sofrida.

Eu pulei, eu nadei, eu corri
tudo foi num instante, tão rápido
e eu nem percebi
que foi lá dentro mim,
onde nem havia mais esperança
Que nasceu dentro da criança
o atleta mirim.

O tempo passou
Eu virei aprendiz
e eu cresci mais feliz.
Tenho até história pra contar
de outros lugares que conheci.
História de rir e história de chorar.
Coisa de cabra forte que arregaça,
que tem sangue no olho e nunca teve nada nessa vida de graça.

A vitória não me fez orgulhoso
nem quando perdi, nem quando ganhei.
Aprendi que a essência do homem teimoso
é a verdade.
É justo que nessa bagagem
esteja também  a educação, o respeito e a sinceridade.

Se existe justiça nesse mundo sinceramente eu não sei
Mas o que vejo e entendo de justiça
é o cabra que trabalha pelo sonho,
que faz e desfaz os nós no escuro
 que não come o pão da preguiça
e vê ali no futuro
o fruto do menino virar homem de raça.
Ter fincado bem fundo a sua faca
no bucho do mundo.

Mas não é só isso que tenho pra contar.
Ganhei foi um prêmio de Deus
Aquele lá em cima que não pode falhar
Minha vitória eu comemoro com um berro
agarrado nas mãos firmes da madrinha,
a guria do Mentes de ferro.

 

(Direitos Miriam Carneio)

Uma nova brincadeira está começando no site Pequeno Artista e eu quero convidar você para participar com a turma. O site agora virou uma grande feira nordestina com direito a sanfoneiro e à poesia de cordel. Como assim???


Vamos inventar uma maneira de contar uma história interessante rimando e brincando com as palavras e depois faremos uma exposição das poesias das crianças que serão enviadas para o e-mail turma@pequenoartista.com.br em diversas áreas do site. Lembre-se de que a criatividade vai contar pontos, mas também conta muito a beleza de uma escrita bem feita, surpreendente. Aquela que faz a gente cutucar por dentro. O importante é você mostrar algo novo com muita emoção. 

Existe uma galera muito especial que incentiva a prática de esportes desde cedo no Rio de Janeiro, é o Mentes de Ferro. 
Nesse mês, o Mentes de Ferro e a turma estão unidos trazendo atividades bem criativas para vocês com a ajuda da madrinha Gabriela. 
A Elisa já terminou sua poesia de cordel e o tema foi sobre o esporte com o Mentes de Ferro.  Olha como ficou legal a poesia da Elisa! Depois vamos fazer uma xilogravura e pendurar na cordinha junto com as poesias das outras crianças que enviarem pra turma.

© 1999-2019 - Pequeno Artista